CSN assina acordo de compra da LafargeHolcim

A CSN está nos detalhes finais de negociação para a compra dos ativos da cimenteira Holcim (antiga Lafarge Holcim) no Brasil. O processo de venda é coordenado pelo Itaú BBA.

A aquisição vai aproximar a CSN do topo do ranking de cimenteiras no país. A Holcim é a terceira maior, atrás de Votorantim e InterCement. Com a aquisição, a CSN é quem vai para o top 3. A avaliação de mercado era que os ativos da Holcim valessem em torno de US$ 700 milhões, mas a companhia buscava mais de US$ 1 bilhão pelo pacote completo.

Será a segunda aquisição da CSN Cimentos em menos de quatro meses. No fim de junho, adquiriu a cimenteira Elizabeth por mais de R$ 1 bilhão do fundo Farallon, saltando para uma capacidade total de 6 milhões de toneladas por ano. Na ocasião, os analistas avaliaram que a aquisição saiu a um preço bastante razoável, considerando a média de múltiplos do setor e o montante de capital que seria necessário para agregar a mesma produção de forma orgânica.

As 10 unidades industriais da Holcim têm capacidade de produção anual de 10 milhões de toneladas de cimento.

Veja abaixo o comunicado que a empresa emitiu aos funcionários

Com informações : Radio Liberdade de Barroso 98,7