Campanha de vacinação contra sarampo é prorrogada até 31 de outubro

A campanha de vacinação contra o sarampo para pessoas de 20 a 49 anos foi prorrogada até o dia 31 de outubro. Mesmo quem está com o cartão vacinal em dia deve receber uma dose da imunização. “Este é o diferencial da campanha: ser indiscriminada”, avalia a coordenadora estadual do Programa de Imunizações da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, (SES-MG), Josianne Dias Gusmão.

Na prática, significa que todo indivíduo nessa faixa etária, sem exceção, deve procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) em seu município para ser vacinado. A campanha faz parte de estratégia do Ministério da Saúde para cessar a circulação do vírus Measles morbillivirus no país.

Segundo Josianne, em decorrência das altas e homogêneas coberturas vacinais realizadas desde a década de 1970, houve a falsa impressão de que o sarampo estava erradicado. “Com isso, as pessoas deixaram de vacinar. O ideal é que 95% da população esteja imunizada. A única forma de prevenção é por meio da vacina. Só assim será possível interromper a transmissão do vírus do sarampo em Minas Gerais e no Brasil”, avalia a coordenadora.

De acordo com o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações, até o dia 28/8 haviam sido aplicadas, em Minas Gerais, pouco mais de dois milhões de doses da vacina, o que significa cobertura de apenas 24,4% da população entre 20 e 49 anos. Restam, ainda, quase 7 milhões de pessoas a serem vacinadas.

A manutenção de elevadas coberturas vacinais evita surtos de doenças; por isso, mesmo com a pandemia de covid-19, a SES-MG – em consonância com a Organização Mundial de Saúde e o Ministério da Saúde – reitera a necessidade de as pessoas buscarem a imunização nas UBSs de seus municípios.

Informações Agência Minas Gerais